Presidência do Celam se reúne com Prefeito da Congregação para os Bispos

(Foto: Celam)

Os membros da presidência do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) se reuniram na manhã da quarta-feira, 6, com o Prefeito da Congregação para os Bispos e Presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina, Cardeal Marc Ouellet.

Participaram da reunião Dom Miguel Cabrejos Vidarte, Presidente do Celam;  o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Primeiro Vice-Presidente; Dom Jorge Eduardo Lozano, Secretário-Geral; e o Padre David Jasso, Secretário-Geral Adjunto.

A presidência do organismo eclesial latino-americano está em Roma para uma série de reuniões em diferentes dicastérios da Cúria Romana, para tratar do processo de restruturação do Celam, iniciado em 2019.  Os prelados também irão participar da abertura da primeira fase do Sínodo dos Bispos de 2023, que acontece no próximo domingo, 10, no Vaticano.

Renovação e Assembleia Eclesial

“Compartilhamos com o Cardeal Ouellet o progresso do Celam na implementação do processo de renovação e reestruturação, bem como alguns detalhes sobre a primeira Assembleia Eclesial para a América Latina e o Caribe que celebraremos de 21 a 28 de novembro deste ano, com a participação de mais de mil delegados do Povo de Deus, entre bispos, sacerdotes e diáconos, religiosos e religiosas, leigos e leigas, além de alguns convidados especiais”, relatou Dom Miguel Cabrejos, no encerramento do encontro.

A Presidência do Celam entregou formalmente ao Prefeito da Congregação para os Bispos o documento de Renovação e reestruturação do organismo latino-americano, estruturado em três partes: Ver-Julgar-Agir, bem como a cartilha da Metodologia Pastoral do Igreja Assembleia, e um documento de trabalho contendo a síntese narrativa da escuta da Assembleia Eclesial.

“O encontro com o Cardeal Ouellet nos permitiu consolidar os laços de comunhão, colegialidade e colaboração com a Santa Sé num momento fundamental para a vida da Igreja, quando nos preparamos para a abertura do caminho sinodal que nos encoraja a ser um Igreja aberta à escuta, ao diálogo, à participação, à comunhão e à missão”, concluiu o Presidente do Celam com sentimentos de esperança.

Fonte: Celam

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter