Religiosas são assassinadas no Sudão do Sul

Irmãs do Sagrado Coração de Jesus foram atacadas em um ônibus

“Nossas irmãs foram assassinadas a sangue frio”. É o que enfatiza a Irmã Christine John Amaa, da Congregação do Sagrado Coração de Jesus em entrevista à Agência Fides.

Reprodução da internet

As Irmãs Mary Daniel Abut e Regina Roba foram vítimas de uma emboscada em uma rodovia em 16 de agosto. As duas religiosas estavam com um grupo de nove irmãs quando alguns homens armados atacaram o ônibus em que elas viajavam.

“Nossa ex-superiora geral, a Irmã Mary Daniel Abut, que serviu a Congregação entre 2006 e 2018, e a Irmã Regina Roba, que esteve no Conselho Geral duas vezes, foram assassinadas a sangue frio quando regressavam a Juba após a celebração do centenário da Paróquia da Assunção de Nossa Senhora”, detalhou a Irmã Christine.

Após a emboscada dos homens armados, as nove monjas tentaram escapar e se esconder atrás de árvores, mas os criminosos encontraram a Mary e Regina e as assinaram.

A Arquidiocese de Juba, no Sudão do Sul, anunciou luto oficial de quatro dias em razão da morte das religiosas.

A Irmã Mary Daniel foi diretora da escola Usra Tuna School de Juba, enquanto a Irmã Regina foi tutora e administradora do Instituto Catholic Health Training da Diocese de Wau. A missa de corpo presente ocorrerá no dia 20 na Catedral de Santa Theresa-Kator.

Fonte: Agência Fides

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter