Saiba as datas das solenidades móveis da Liturgia em 2022

Reprodução da internet

No domingo, 2 de, celebra-se no Brasil a Solenidade da Epifania do Senhor, transferida do dia 6 de janeiro. Nessa ocasião, após a proclamação do Evangelho da missa, é tradição anunciar as datas das solenidades litúrgicas móveis do novo ano que se inicia.

Diferentemente do ano civil, que começa em 1º de janeiro e termina em 31 dezembro, as celebrações da Igreja seguem o calendário litúrgico, que começa no 1º Domingo do Advento, em 28 de novembro de 2021, e termina no último sábado do Tempo Comum, em 26 de novembro de 2022.

O ano litúrgico se desenvolve a partir dos acontecimentos marcantes da história da salvação, tendo como ápice a celebração da Páscoa – Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor. Se o ano civil é determinado pelo período em que a terra gira em torno do sol, o ano litúrgico tem como “sol” o Cristo ressuscitado.

LEIA TAMBÉM:
Cristãos vivenciam a centralidade do mistério pascal ao longo do ano litúrgico

Leia, a seguir, o texto oficial para o ano civil de 2022, divulgado pelo Diretório da Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB):  

Anúncio das Solenidades Móveis de 2022

Irmãos caríssimos, a glória do Senhor manifestou-se, e sempre há de manifestar-se no meio de nós até a sua vinda no fim dos tempos.

Nos ritmos e nas vicissitudes do tempo recordamos e vivemos os mistérios da salvação.

O centro de todo o ano litúrgico é o Tríduo do Senhor Crucificado, Sepultado e Ressuscitado, que culminará no Domingo de Páscoa, este ano a 17 de abril.

Em cada Domingo, Páscoa semanal, a Santa Igreja torna presente este grande acontecimento, no qual Jesus Cristo venceu o pecado e a morte.

Da celebração da Páscoa do Senhor derivam todas as celebrações do Ano Litúrgico: as Cinzas, início da Quaresma, a 2 de março; a Ascensão do Senhor, a 29 de maio; Pentecostes, a 5 de junho; o Primeiro Domingo do Advento, a 27 de novembro.

Também nas festas da Santa Mãe de Deus, dos Apóstolos, dos Santos e na Comemoração dos Fiéis Defuntos, a Igreja peregrina sobre a terra proclama a Páscoa do Senhor.

A Cristo, que era, que é e que há de vir, Senhor do tempo e da história, louvor e glória pelos séculos dos séculos. Amém.

Deixe um comentário