Timor Leste cria tribunal eclesiástico para tratar de questões matrimoniais

Timor Leste cria tribunal eclesiástico para tratar de questões matrimoniais
Freepic Diller /Freepik

A Arquidiocese de Díli, em Timor Leste, estabeleceu um tribunal eclesiástico para tratar de casos relacionados a questões matrimoniais, incluindo nulidades.

O Arcebispo de Díli, Dom Virgílio do Carmo da Silva, juntamente com o representante do Vaticano em Timor Leste, Monsenhor Marco Sprizzi, e o Ministro da Justiça, Tiago Amaral, inauguraram o tribunal na sexta-feira, dia 1º, em Díli, capital do país. “Esperamos que haja um serviço pastoral que seja propício para o bem das almas. Acreditamos que a Sagrada Família de Nazaré é um modelo para todas as famílias manterem fielmente seus votos matrimoniais e podemos ajudar a encontrar uma solução satisfatória para os casos mais difíceis”, afirmou Dom Virgílio.

APELO DO PAPA

O tribunal foi uma resposta ao apelo do Papa Francisco por um melhor cuidado pastoral às pessoas que enfrentam problemas matrimoniais, conforme declara- do no motu proprio Mitis Iudex Dominus Iesus, de 2015.

No documento, o Papa disse que o processo de nulidade do casamento deve ser mais rápido, mais barato e mais um serviço pastoral, exigindo ainda um processo jurídico para uma avaliação precisa. Francisco também afirmou que não estava promovendo a nulidade dos casamentos, “mas a celeridade do processo, bem como a verdadeira simplicidade” do procedimento, para que os casais católicos não sejam “estressados pela sombra da dúvida” por um longo período.

ASSISTÊNCIA PASTORAL

Como não havia tribunal em seu país, disse o Arcebispo, desde 2016 contavam com a Diocese de Atambua, na Indonésia, localizada do outro lado da fronteira, para lidar com casos envolvendo questões matrimoniais.

O Padre Graciano Barros Santos, Vigário Judicial da Arquidiocese, disse: “A Igreja passa a ter um instrumento válido e forte que pode auxiliá-la em qualquer momento de necessidade na solução de questões canônicas relacionadas ao casamento. Isso significa uma melhor assistência pastoral que podemos oferecer aos fiéis”.

Fonte: UCA News

Deixe um comentário