‘Os pobres são os primeiros destinatários da Boa-Nova do Natal do Senhor’

‘Os pobres são os primeiros destinatários da Boa-Nova do Natal do Senhor’
Voluntária participa de missa presidida pelo Cardeal Scherer por ocasião da iniciativa Natal dos Pobres, promovida por comunidades, movimentos e grupos eclesiais (Fotos: Luciney Martins/ O SÃO PAULO)

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu, na tarde do domingo, 20, na Paroquia Sagrado Coração de Jesus, em Campos Elíseos, a missa de conclusão da iniciativa Natal dos Pobres. 

Participaram da celebração os agentes, missionários e voluntários das diversas comunidades, movimentos e grupos eclesiais que, há cinco anos, realizam o evento solidário em favor dos mais necessitados.

Na pandemia

Ao contrário dos anos anteriores, não pode ser realizada a grande ceia natalina na Praça da Sé, devido à atual pandemia. Por isso, as 1,5 mil refeições que são distribuídas anualmente foram entregues em marmitas, acompanhadas de kits de higiene pessoal. Para isso, foram adotados todos os protocolos e medidas preventivas recomendadas pelas autoridades sanitárias

Outra mudança é que a maior concentração das atividades aconteceram na região conhecida como Cracolândia, onde vivem milhares de pessoas em extrema situação de vulnerabilidade causadas pela dependência do crack.

Ao todo, 200 voluntários e missionários que colaboraram na iniciativa que acontece em conjunto com a ação missionária Thalita Kum, promovida pela Comunidade Aliança de Misericórdia.

Essa ação missionária faz alusão as palavras ditas por Jesus – “Menina, levante-se” – ao curar a filha de um dos chefes da sinagoga por Jesus, como narra o capítulo 5 do Evangelho de São Marcos.

“Em dois dias de missão, também foram realizadas atividades como corte cabelo e barba, manicure, atendimento de oração e evangelização… Esse é o presente de Natal da Arquidiocese de São Paulo aos nossos irmãos mais necessitados”, explicou o Padre Rodrigo Custódio Andrade Ramos, presidente da Aliança de Misericórdia.

‘Os pobres são os primeiros destinatários da Boa-Nova do Natal do Senhor’
(Fotos: Luciney Martins/ O SÃO PAULO)

Resgate do Natal cristão

Na homilia, Dom Odilo ressaltou que o Natal dos Pobres está, aos poucos, tornando-se uma pequena tradição local. “Que essa missão se torne uma tradição que alcance os séculos, porque é uma iniciativa muito bonita e significativa”, afirmou.

“Ir ao encontro dos pobres, neste contexto do Natal é muito importante. Eles são os primeiros destinatários da Boa-Nova do Natal, a ouvir essa palavra consoladora, ‘alegrai-vos, o Senhor está perto!”, acrescentou o Cardeal.

O Arcebispo destacou, ainda, que o gesto de solidariedade para com os pobres ajuda a recuperar o significado cristão do Natal. “O Nosso muito está muito distraído e desatento a esse significado, colocando todo o destaque em aspectos secundários que até encobrem o sentido mais importante desta festa”, sublinhou.

“Deus vem ao nosso encontro de muitas maneiras e espera que o acolhamos, que tenhamos sensibilidade e atenção para não perder esse encontro, não desperdiçar essa ocasião”, completou Dom Odilo.

Notícias relacionadas

‘Os pobres são os primeiros destinatários da Boa-Nova do Natal do Senhor’

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter