Assembleia regional mobiliza lideranças pastorais na Brasilândia

Assembleia regional mobiliza lideranças pastorais na Brasilândia
Foto: Pascom Brasilândia 

Com a presença de representantes pastorais, padres, diáconos, religiosos, seminaristas e de Dom Carlos Silva, OFMCap, a Região Episcopal Brasilândia se reuniu na manhã do sábado, 27 de novembro, no Santuário da Mãe e Rainha, no Setor Jaraguá, para a realização de sua assembleia regional de pastoral.

O encontro começou com a oração conduzida pelo Padre Roberto Moura, convidando o povo de Deus a ser “Luz do Mundo e Sal da Terra” (Mt 5,13-16). Na sequência, o Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Brasilândia comentou que a “salvação deriva do sal, que traz sabor e nos leva à salvação”. E, diante do atual contexto pandêmico, o Bispo pediu aos participantes da assembleia que sejam sal e luz ainda este ano.

Os trabalhos tiveram início com uma palestra ministrada pelo Cônego Antonio Manzatto. Ele fez um breve histórico da Região Brasilândia, que sempre se destacou pela promoção e defesa da vida, sobretudo com a presença nas questões sociais, que nos últimos anos foram desarticuladas. Em seu entender, atualmente se vive um momento de letargia, mas que a história mostra a capacidade de a Região se mobilizar pelos pobres a partir de uma ação profética. Para isso, lembrou quatro prioridades inspiradas por Dom Paulo Evaristo Arns (1921-2016): trabalho, moradia, direitos humanos e Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), fundamentando em outras quatro conversões indicadas pelo Papa Francisco para a vida da Igreja na atualidade: Pastoral – potencializando o aspecto missionário; Cultural – não temer a diversidade; Ecológica; e Sinodal – pois somente unidos é possível caminhar para o Reino.

Após a apresentação da síntese das prioridades discutidas nas assembleias setoriais, os participantes, divididos em grupos de trabalho, aprofundaram os temas, tendo a juventude, a família e a acolhida entre as mais indicadas. Eles refletiram sobre as prioridades indicadas à luz dos apontamentos feitos pelo Cônego Manzatto, com o objetivo de sugerir ações pastorais para a região.

Juventude, Família e Pastoral de Conjunto foram os temas mais abordados e debatidos. Durante a reflexão da plenária, Dom Carlos Silva submeteu à assembleia a criação, em 2022, de três fóruns para aprofundar as ações pastorais nos eixos indicados. A proposta foi aprovada por aclamação.

A assembleia foi finalizada com a bênção aos participantes e o pedido de intercessão a Nossa Senhora.

(Por Leandro Silva – Colaboração especial para a Região)

Deixe um comentário