Comunidade se mobiliza por melhorias ambientais na Vila Brasilândia

Há mais de oito anos, moradores da Vila Brasilândia buscam junto ao poder público a realização de melhorias na Escola Estadual Doutor Ubaldo Costa Leite e seus entornos, a fim de evitar o descarte irregular de resíduos domésticos.

Foto: Arquivo pessoal

Desde 2015, a comunidade local tem reforçado solicitações aos agentes públicos, referente atenção na coleta e fiscalização do descarte irregular de resíduos nas calçadas e terreno da Escola;

“Entre 2015 e 2017, era retirado um caminhão de entulhos e resíduos domiciliares da calçada entre as Escolas Estaduais Padre Noé Rodrigues e Doutor Ubaldo Costa Leite” recorda o agente de Pastoral da Saúde e professor Marcos Rubens.

Em 2018, a comunidade escolar firmou parceria com instituições como o Rotary Club de São Paulo - Pirituba, a Paróquia São Francisco de Assis do Setor Dom Paulo Evaristo Arns e a Subprefeitura Freguesia do Ó/Brasilândia, começando com a limpeza do terreno escolar, o que resultou na “remoção de três caminhões com entulhos, matos e resíduos domiciliares que eram jogados por sobre os muros da Escola, e, em 21 de setembro de 2021 foram plantadas 84 mudas de árvores nativas e frutíferas [fazendo parte do evento VIRADA SUSTENTÁVEL e em homenagem ao DIA DA ÁRVORE]”, informou a Gestora-Diretora Deyse Valverde, no sábado, 24, durante ato de inauguração da Horta Comunitária construída com recursos do Rotary Club.

A mobilização da população para viabilizar tais serviços foi apoiada pela comunidade paroquial e Igrejas irmãs do bairro, em consonância com as temáticas de algumas edições da Campanha da Fraternidade: “Igreja e Sociedade: Eu vim para servir (Mc 10,45)”, em 2015; “Casa Comum, nossa responsabilidade: Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca (Am 5,24)”, em 2016; “Biomas brasileiros e defesa da vida: Cultivar e guardar a criação (Gn 2,15)”, em 2017; e “Fraternidade e Educação: Fala com sabedoria, ensina com amor (Pr 31,26)”, neste ano de 2022.

 (Texto: Marcos Rubens)

(Foto: Rotary Club de São Paulo)

1 comentário em “Comunidade se mobiliza por melhorias ambientais na Vila Brasilândia”

  1. Professor Marcos Rubens ' tem feito a diferença nessa escola .
    Ele já levou assunto relacionados a obra informática água entre outros, tudo é de grande valia para a comunidade.
    Eu já tive em projeto com o mesmo o empenho dele é fantástico.

    Milton
    @mmqznspquebrada
    @mmqznsp

    Responder

Deixe um comentário