Hotel no centro da cidade passa a ser unidade de acolhimento para famílias em situação de rua

Rede de Assistência Social da capital dispõe de mais de 24 mil vagas em centros de acolhida

Marcelo Pereira/SECOM

A Prefeitura de São Paulo inaugurou na quinta-feira, 15, um Centro de Acolhida Especial (CAE) para Famílias em situação de rua, na rua Guaianases, 41, região central da capital. São 110 vagas para famílias com espaços para atendimentos, refeitório e brinquedoteca.

O atendimento social no local é realizado por uma equipe técnica multiprofissional. As famílias estão sendo acomodadas em suítes de acordo com cada núcleo familiar e são oferecidas quatro refeições diárias, serviços de limpeza e de manutenção do espaço.

Gabriel Ramos, um dos novos moradores do local, estava há quatro meses na rua e destacou a importância da abertura de mais um serviço para o acolhimento de famílias. “Estou muito feliz. Aqui a gente tem uma base para retornar ao mercado de trabalho e o incentivo para até mesmo voltar para um lar próprio. Você fica mais confortável ao saber que a sua família tem um teto e uma alimentação adequada”, disse em entrevista para Prefeitura de São Paulo.

O Hotel Natal estava recebendo idosos desde novembro de 2020 por meio de contrato entre a Prefeitura e o estabelecimento para 30 vagas a R$ 85,00 (por diária e por pessoa).

De acordo com a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Berenice Giannella, desde julho do ano passado a Prefeitura vem qualificando o atendimento às pessoas em situação de rua, acolhendo em hotéis. “Uma das finalidades da assistência social é dar mais dignidade e respeito às famílias que vivem em situação de vulnerabilidade”, disse. “Um atendimento com qualidade fortalece e resgata a autoestima e os laços familiares”, ressaltou.

Até o momento, a Prefeitura criou durante a pandemia 260 vagas no Centro de Acolhida Especial para Famílias Art Palácio e 807 vagas para hospedagem de idosos em situação de rua já acolhidos na rede socioassistencial, em hotéis.

(Com informações de Prefeitura de São Paulo)

2 comentários em “Hotel no centro da cidade passa a ser unidade de acolhimento para famílias em situação de rua”

  1. Como faço pra me inscrever em algum órgão pra poder ser contemplado a uma residência da prefeitura.pois moro no CTA e trabalho em um programa social da prefeitura.

    Responder

Deixe um comentário