‘Maria Madalena nos ensina a procurar Jesus sem cansar, aconteça o que acontecer’

Disse Dom Carlos Lema Garcia, no programa ‘Encontro com o Pastor’

cfc aa  f ceefe

Santa Maria Madalena, cuja festa litúrgica é celebrada na sexta-feira, 22, foi destacada por Dom Carlos Lema Garcia, Bispo Auxiliar da Arquidiocese, no programa “Encontro com o Pastor”, da rádio 9 de Julho, excepcionalmente por ele conduzido neste dia, já que o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, participa nesta semana de reuniões no Vaticano.

Inicialmente, Dom Carlos Lema recordou que Maria Madalena foi uma das pessoas que sempre foi fiel ao Senhor, estando entre os poucos que o acompanharam até a morte de cruz.

No Evangelho segundo São João lido neste dia (Jo 20,1-2.11-18), há o relato de que Maria Madalena corre ao túmulo de Jesus na madrugada em que Ele ressuscitou, mesmo sem ter a certeza de que poderia ver o corpo do seu Senhor, pois o sepulcro estaria fechado. Ao encontrar o sepulcro vazio, correu para avisar os apóstolos. Ao voltar, ainda aflita, chora desconsolada, mas houve uma voz perguntando: “Mulher, por quem choras? A quem procuras?”. Demora a reconhecer que é a voz do próprio Senhor Ressuscitado, mas ao reconhecê-lo tenta segurá-lo. Cristo, porém, pede que ela vá e anuncie aos discípulos que Ele agora subiria para junto de Deus.

“Maria Madalena é chamada pela Igreja de ‘apóstola dos apóstolos’, porque é aquela que vai em direção aos apóstolos para anunciar que Ele está vivo”, recordou Dom Carlos Lema, ressaltando as muitas coisas que podem ser aprendidas a partir do testemunho de fé desta Santa.

“Maria Madalena vence todos os sinais externos de fracasso. Às vezes, Deus permite que nos sintamos como ela, diante do sepulcro vazio, da falta de notícias, tudo parece sem sentido e nossa fé começa a se transformar em desconfiança. Às vezes, rezamos e ficamos com a impressão de que não somos ouvidos, nos vem a dúvida, a incerteza – ‘será que Deus escuta minha oração?’; perdemos a fé, o entusiasmo. Maria Madalena nos ensina a procurar Jesus sem cansar, aconteça o que acontecer. Mesmo que não enxerguemos quase nada, como ela não enxergava, ainda que tenhamos a impressão de que tudo desaba – a fé, a piedade, a fidelidade –,  ainda que não possamos distinguir claramente as coisas, Jesus Ressuscitado está muito próximo de cada um de nós”, enfatizou.

JESUS EUCARÍSTICO

O Bispo Auxiliar da Arquidiocese lembrou, ainda, que Maria Madalena ensina aos cristãos sobre a necessidade de perseverar na oração e de nunca se cansar de procurar pelo Senhor, que hoje está presente nos sacrários das igrejas: “o corpo de Cristo que comungamos na Eucaristia, é o seu corpo glorioso, o corpo de Cristo ressuscitado. Temos Jesus presente junto de nós. Ele multiplicou a sua presença, e espera cada um de nós nos sacrários, e encontra-se conosco na comunhão”.

Por fim, Dom Carlos Lema Garcia destacou que é preciso que o cristão bem se prepare para receber a Eucaristia, recorrendo ao sacramento da Penitência: “Após fazer a confissão bem feita, poderemos receber Jesus Ressuscitado, participaremos dessa alegria imensa que Maria Madalena teve no domingo da Ressurreição”, concluiu.

OUÇA A ÍNTEGRA DO ENCONTRO COM O PASTOR – 22.07.2022

Deixe um comentário