Padre Marcelo Maróstica celebra jubileu de prata sacerdotal

Na noite do sábado, 3, na Paróquia São José do Belém, aconteceu a missa em ação de graças pelo jubileu de prata do Padre Marcelo Maróstica Quadro, Pároco e Coordenador de Pastoral da Região Episcopal Belém.

A celebração eucarística foi presidida pelo próprio jubilando e teve entre os concelebrantes Dom Luiz Carlos Dias, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Belém, e o Cônego Marcelo Matias Monge, que conhece o Padre Marcelo desde 1991.

“Nestes 25 anos de vida sacerdotal, tenho visto sua vida ser gastada com o outro, com o irmão. Você já assumiu algumas ou várias missões paroquiais, regionais, arquidiocesanas, estaduais e diocesanas. No entanto, você conservou sempre sua humildade e sua docilidade”, disse o Cônego, na homilia, quando também recordou as diversas funções assumidas pelo Padre Marcelo ao longo de seu sacerdócio: Assessor da Juventude, Administrador Paroquial, Pároco, Coordenador da Região Belém, Coordenador do Secretariado Arquidiocesano de Pastoral, Diretor da Caritas Arquidiocesana de São Paulo e membro do Comitê Nacional para Refugiados (Conare).

O Cônego mencionou, ainda, a disponibilidade do jubilando nos trabalhos com os bispos que foram vigários episcopais na Região Belém e com os arcebispos de São Paulo ao longo destes 25 anos, além da permanente atenção aos leigos, religiosos, diáconos e padres.

Na parte final da missa, muitas foram as menções de gratidão a Deus pelo sacerdócio do Padre Marcelo. Deolinda Maróstica Quadro, sua mãe, afirmou: “Comemorar 25 anos de sacerdócio do nosso filho é uma alegria imensa. Padre é um chamado, é uma vocação, e foi Deus quem o chamou para esta graça”.

Dom Luiz Carlos, ao ressaltar o valor inestimável de um sacerdote para a vida da Igreja, agradeceu ao jubilando “pela nossa amizade, por todo o bem que tem realizado no contexto da nossa Região, de maneira toda especial na coordenação dos trabalhos e atividades das nossas pastorais. E, dessa forma, nós rezamos para que continue a exercer o ministério com todo o vigor”.

Por fim, emocionado, Padre Marcelo agradeceu as manifestações de carinho. “Esta semana, eu me perguntava: o que torna um homem um verdadeiro padre? A capacidade de amar. São João Maria Vianney dizia nos seus escritos que o sacerdote é o amor no coração de Jesus. Que desafiador! E me desafiei, e continuo nestes 25 anos a dar este amor para com todos”, afirmou. “Não dá pra ser padre se você não tem alegria, não tem encanto e se não encanta os outros, e não se encanta por Deus”, concluiu.

A íntegra da missa pode ser vista por meio deste link: https://cutt.ly/WgwUuP3.

Deixe um comentário