Paróquia Menino Jesus completa 95 anos

Paróquia Menino Jesus completa 95 anos, Jornal O São Paulo
Foto: Carlos Petrachini

A Paróquia Menino Jesus, no Setor Tucuruvi, completou 95 anos de fundação em 1º de dezembro. Uma missa em ação de graças pelo jubileu aconteceu no sábado, 4, presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer. Concelebraram os Padres Paulo Gil, Pároco; Ricardo Anacleto; Roberto Fernando Lacerda, que atuaram na Paróquia; e Cido Pereira, que ficou à frente da comunidade paroquial por 15 anos. Eles foram assistidos pelos Diácono Paulo Felizola de Araújo.

A CASA DE DEUS NO TUCURUVI

Na homilia, Dom Odilo falou sobre a importância da Paróquia para uma comunidade: “É a Casa de Deus no meio das nossas casas. É um sinal de que Deus está no meio de nós. É o lugar de onde Deus fala para a cidade. De onde se proclama a Palavra de Deus. É o lugar onde alimentamos a caridade. É o lugar da esperança e onde se partilha a fé”.

No início da celebração, os participantes receberam um livrinho especial sobre os 95 anos. O material contém a liturgia da solenidade e um resumo dos fatos mais marcantes. “É importante recordar porque é a história do povo de Deus. É a história das angústias, do sofrimento, das tristezas, da esperança, do testemunho de fé. Precisamos recordar porque isso nos dá coragem, nos faz pensar: ‘não somos os primeiros’. Estamos aqui porque outros vieram antes e nos transmitiram a fé”, disse dom Odilo.

SACERDOTES E DIÁCONOS

Criada em 1926 por Dom Duarte Leopoldo e Silva, então Arcebispo Metropolitano, a Paróquia Menino Jesus teve como primeiro Pároco o Padre Paulo Florêncio da Silva Camargo. Ele ficou cinco anos, mas alguns atuaram por longos períodos. O Padre João Ligabue, por exemplo, ficou por 33 anos, entre 1931 e 1964. Padre João Batista dos Santos dedicou 22 anos da vida ao anúncio do Evangelho na Paróquia. Diáconos, como Vinício de Andrade e Carlaile Tornelli (que faleceu, vítima da COVID-19), também colaboraram com a história de evangelização e serviço social da Menino Jesus.

Padre Paulo Cesar Gil está há 11 anos na Menino Jesus. “Inúmeros paroquianos escreveram capítulos de muita alegria e conquistas; superaram desafios e momentos de dor e de tristeza. O tempo, que acelerou e preservou um histórico de compromisso com o povo, sobretudo os mais pobres, é o responsável por fazer com que a nossa comunidade continue sendo iluminada e iluminadora”, destacou o Pároco, na mensagem à comunidade.

(Por Edmilson Fernandes – Colaborador de comunicação na Região)

Deixe um comentário