Cardeais refletem com o Papa sobre a reforma da Cúria Romana

Cardeais refletem com o Papa sobre a reforma da Cúria Romana, Jornal O São Paulo
Foto: Vatican Media

Começou na manhã da segunda-feira, 29, e segue até terça-feira, 30, a reunião dos cardeais com o Papa Francisco para a reflexão sobre a nova Constituição Apostólica Praedicate Evangelium promulgada em 19 de março passado e que trata das reformas implementadas na Cúria Romana.

O encontro reúne 197 purpurados na Sala Nova d0 Sínodo, no Vaticano, entre eles, os novos cardeais criados pelo Pontífice no Consistório Ordinário Público do sábado, 27. Além dos cardeais, participam os Patriarcas Orientais e os Superiores da Secretaria de Estado.

As sessões acontecem nos períodos da manhã e da tarde. Haverá, ainda, encontros de grupos linguísticos sobre diversos aspectos do documento, bem como debates na Sala. Ao final, na tarde de terça-feira, após os trabalhos da assembleia, haverá uma Missa na Basílica de São Pedro, presidida pelo Santo Padre.

LEIA TAMBÉM:
Praedicate Evangelium reorganiza Cúria Romana e a projeta para o futuro

Dom Odilo comenta aspectos da constituição apostólica Praedicate evangelium

Praedicate Evangelium

O documento, que entrou em vigor no último dia 5 de junho, Solenidade de Pentecostes, contém e sistematiza muitas das reformas já implementadas pelo Papa nos últimos anos, estudadas e formuladas pelo Conselho dos Cardeais, estabelecido por Francisco logo no início de seu pontificado. A Constituição também introduz algumas inovações, a começar pela unificação e mudança de nome de vários dicastérios.

Como o próprio nome sugere, Praedicate Evangelium confere à Cúria uma estrutura mais missionária para estar cada vez mais a serviço das Igrejas particulares e da evangelização. 

A missionariedade é precisamente um dos principais aspectos da Constituição Apostólica e chave de leitura da reforma. Embora focado em mudanças na estrutura dos Dicastérios e escritórios, o documento “alarga” os limites da Cúria, criando um vínculo direto com as Conferências Episcopais e as várias Dioceses dos cinco continentes.

Esses dois dias de reflexão também serão uma forma de garantir que os cardeais, alguns dos quais vêm das periferias do mundo e de realidades distantes, possam aprofundar seus conhecimentos sobre a organização da Cúria Romana.

(Com informações de Vatican News – Italiano)

Deixe um comentário