Papa exorta os jovens de Taizé a buscarem juntos soluções aos desafios

Papa exorta os jovens de Taizé a buscarem juntos soluções aos desafios
(Foto: Arquivo/Comunidade Taizé)

O Papa Francisco enviou uma mensagem aos participantes do o 44º Encontro Europeu de Jovens promovido pela Comunidade de Taizé. Pela segunda vez, devido à pandemia, o evento não pôde ser realizado em presença como de costume. Em nota, a Comunidade havia informado os participantes no início de dezembro que não seria possível realizar o encontro europeu em Turim, no norte da Itália, como planejado. Entretanto, tudo só foi adiado para entre os dias 7 e 10 de julho de 2022, quando as igrejas e a cidade de Turim receberão os jovens participantes, que finalmente poderão viver juntos momentos de oração, intercâmbio e trabalho.

Contudo, a primeira parte on-line do evento já acontece desde quarta-feira, 29, e prosseguirá até o sábado, 1º de janeiro.

As muitas perguntas do presente

Na mensagem, assinada pelo Secretário de Estado, Cardeal Pietro Parolin, o Pontífice assegurou a proximidade “em pensamento e oração” e enviou “suas mais calorosas saudações”.

"Vosso encontro se realiza num momento em que há numerosas inquietações. Muitos estão se perguntando: nosso planeta tem futuro? Que responsabilidades temos que assumir para assegurar-lhe a salvaguarda e tornar a terra habitável?”, destacou a mensagem.

Francisco reconhece que os jovens, ao invés de “ceder ao pessimismo”, decidiram enfrentar corajosamente estas questões e buscar respostas juntos na escuta da Palavra de Deus. “É quando estamos juntos que o Espírito de Deus sopra de modo especial”, continua o texto, lembrando o percurso sinodal empreendido pela Igreja ao buscar “se tornar mais disponível à obra do Espírito”, na consciência de quanto os discípulos de Cristo "precisam uns dos outros”.

"Vós escolhestes não desviar vossos olhos do sofrimento humano e das evidentes urgências do momento - prossegue a mensagem -, mas olhar para estas realidades na confiança que vos é dada por participar das soluções. Pois se não faltam os motivos de angústia, é igualmente verdade que o Espírito de Deus não cessa de operar e de despertar criadores de fraternidade, de solidariedade e de unidade", continua o Pontífice.

Por fim, o Papa “pede ao Espírito Santo que vos abençoe, jovens católicos, ortodoxos e protestantes que se unem ao Encontro europeu ... e vos confia à proteção da Virgem Maria”, para que “possais continuar sendo peregrinos da confiança para onde quer que o Senhor vos mande”.

Fonte: Vatican News

Deixe um comentário