Fake News: Ministério da Saúde desmente suposta afirmação de Eduardo Pazuello

Foi compartilhado, recentemente, nas redes sociais uma informação em que o ministro interino da saúde, Eduardo Pazuello, afirma que os atestados de óbitos não poderão mais notificar a causa da morte como suspeita de COVID-19, completando que, para a comprovação da causa de falecimento, será preciso a realização do exame de contraprova.

POR QUE?

O Ministério da Saúde desmentiu a suposta declaração, reiterando que a mesma se trada de Fake News, pois, segundo a pasta, o ministro interino não pronunciou esta declaração e não possui contas em redes sociais.

Com relação a notificação de óbitos, o Ministério da Saúde diz que são inclusos nos números oficiais, os casos em que o resultado do teste é positivo. Nos casos de óbitos em que o resultado ainda não foi concluído, constam como óbitos em investigação nos dados divulgados pela pasta.

COMBATE ÀS NOTÍCIAS FALSAS

Para combater as Fake News sobre saúde, o Ministério está disponibilizando um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Vale destacar que o canal não será um SAC ou serviço para esclarecer dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61) 99289-4640.

(Com informações de Governo de São Paulo)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter