Terço dos Homens: presença e sinal de fé, oração e evangelização

70 mil pessoas que integram este movimento em todo o Brasil foram em romaria ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida no último fim de semana

Thiago Leon/Santuário Nacional de Aparecida

“Resgatar, para o seio da Igreja de Cristo, homens de todas as idades, pois a presença masculina na Igreja é imprescindível para a formação da família e da sociedade cristã.” 

Esta é a missão do Terço dos Homens, movimento pelo qual os homens se reúnem para rezar o Santo Terço em paróquias e comunidades, em sintonia com os apelos e intenções da Igreja.

O Terço dos Homens começou em 1936, quando o Frei Peregrino, em missão na cidade de Itabi (SE), convidou os homens para a oração do Santo Terço. Aos poucos, o movimento espalhou-se pelo Brasil: em 1997, chegou a Pernambuco; em 2003, a Fortaleza (CE), e continua em crescente expansão em todo o Brasil e pelo mundo. Além disso, na década de 1990, teve início o Terço dos Homens – Mãe Rainha, uma iniciativa ligada ao Movimento Apostólico de Schoenstatt, com um pequeno grupo de homens que rezava mensalmente o Terço na rua enquanto suas esposas participavam de reuniões da Campanha da Mãe Peregrina, na cidade de Maceió (AL). 

MOVIMENTO DE ORAÇÃO

A oração do Terço vai além da devoção mariana. É um itinerário de fé, uma jornada cristológica e um compromisso com a Palavra de Deus. “O Terço é uma contemplação do rosto de Cristo. Quem reza o Terço está com os olhos fixos em Jesus, como os olhos de Maria estiveram sempre fixos em Cristo. E quem está com os olhos em Jesus sabe viver, sabe enfrentar as dificuldades da vida”, enfatizou Dom Gil Antônio Moreira, Arcebispo de Juiz de Fora (MG) e Referencial para o Terço dos Homens no Brasil. 

O Purpurado mencionou que “a récita do Terço tem sido, em nosso Brasil, um grande instrumento de evangelização, porquanto é uma forma eficaz de contemplar os principais mistérios da fé, aprofundando um encontro pessoal e comunitário com Cristo, sempre na companhia de Maria”, disse, recordando a passagem bíblica de Mateus 18,20. 

NO COTIDIANO DAS IGREJAS

Milton Gonçalves de Lima, o Miltinho, é coordenador do grupo do Terço dos Homens no Santuário Nossa Senhora do Sagrado Coração, da Vila Formosa. À reportagem ele ressaltou que “o objetivo dos grupos é reunir homens para rezar o Terço pela santificação da família, evangelizando e servindo à Igreja local, em comunhão com os serviços e pastorais da Paróquia”, disse, ressaltando que “a oração do Terço une e fortalece os vínculos na comunidade e na família”. 

Miltinho destacou que a presença dos grupos de homens unidos em oração resgata a presença masculina nas ações sociais e pastorais da comunidade. “Aqui no Santuário, nosso grupo, nessa retomada pós-pandemia, reúne aproximadamente 40 homens para o Terço e quase todos estão inseridos nas diversas atividades pastorais”, lembrou. 

“Criamos verdadeiras amizades, crescemos enquanto pessoas e, sobretudo, na fé e na caridade”, prosseguiu. 

Os homens do Terço também atuam na Pastoral da Solidariedade, que distribui quase 500 marmitas por mês às pessoas em situação de vulnerabilidade. “A oração do Terço nos impele a servir com amor, na ajuda mútua e com determinação”, lembrou Miltinho.   

15ª ROMARIA

Entre os dias 10 e 12, aconteceu a 15a Romaria do Terço dos Homens ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, com o tema “Terço dos Homens: Vocações para a Igreja”, e lema “Vocação Acertada, Vida Feliz”, em consonância com o 3º Ano Vocacional  no Brasil.

Mais de 70 mil homens participaram da Romaria, que ocorreu pela primeira vez no ano de 2009, a partir da iniciativa do coordenador de um grupo da cidade de Campestre (MG). Naquele ano, participaram 600 homens e, desde então, o número de romeiros vem aumentando significativamente a cada ano, assim como se evidencia o crescente número dos grupos de homens que rezam o Terço em muitas paróquias espalhadas em todo o país. 

Da Região Episcopal Belém, partiram cinco ônibus levando os representantes dos grupos do Terço dos Homens. Entre os romeiros estavam 17 homens do Santuário de Nossa Senhora do Sagrado Coração, da Vila Formosa.

Na homilia da missa no sábado, 11, Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida (SP), destacou que o “Homem do Terço é homem bíblico”, e que “a oração do Terço vai diminuindo nosso pecado e aumentando nossa vocação à santidade. Quanto mais rezarmos o Terço, mais firmaremos os passos da santidade”, disse, afirmando que a força da oração transforma vidas e anima as vocações.

No sábado à tarde, durante a oração do Terço, ocorreu a Consagração a Nossa Senhora, intercalando os mistérios e testemunhos dos participantes. Na ocasião, Manoel Raimundo,  coordenador do Terço de Ceilândia (DF), contou que na Romaria do ano de 2021 pediu a intercessão de Nossa Senhora Aparecida pela saúde de sua nora, que havia sido diagnosticada com câncer de mama.

“Os médicos diziam que por conta do câncer ela não poderia ter filhos, mas graças à intercessão de Maria e a oração do santo Terço, hoje ela está curada e grávida de sete meses da Mariá. Com as bênçãos de Nossa Senhora Aparecida, sou grato a Deus por esse milagre em nossas vidas”, disse Manoel Raimundo. 

Os peregrinos da Romaria do Terço dos Homens foram convocados a participar do gesto concreto, com a doação de alimentos, fraldas geriátricas e produtos de higiene pessoal, itens que serão repassados às mais de 50 entidades sociais do Vale do Paraíba, cadastradas no Núcleo de Serviço Social do Santuário Nacional.

A 16ª Romaria Nacional do Terço dos Homens já está agendada: será entre os dias 23 e 25 de fevereiro de 2024. 

COMO ORGANIZAR O TERÇO DOS HOMENS EM SUA PARÓQUIA

Dom Gil Antônio Moreira, Bispo Referencial para o Terço dos Homens no Brasil, lista alguns dos passos para a criação e o bom andamento de grupos do Terço dos Homens:

  • O apoio do pároco ou responsável;
  • Ter um coordenador ou responsável para orientar a participação e garantir a fraternidade no grupo;
  • Desenvolver um cronograma das atividades, bem como definir o local para a oração do Terço;
  • Divulgar e convidar os homens a participarem;
  • Assegurar que os membros tenham participação ativa nas atividades de evangelização e nas pastorais da comunidade.

“O importante não é se prender em estruturas, mas, na oração do Terço e na contemplação do rosto de Cristo e de Maria Santíssima”, ressaltou Dom Gil.

guest
2 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Emerson
Emerson
11 meses atrás

Sua benção,a messe é grande mas a fé é bem maior,gostaria que tivéssemos o prazer de termos a visita de vós em nossa paroquia,como coordenador do terço mudei o nome do terço para Família terço dos homens,precisamos que homens rezem mais está oração tão poderosa,me chamo Emerson e sou da paroquia Santo Antônio do parque em guarulhos,obrigado e que o senhor os guardem e os abençoem,sua benção

Carlos Américo Cintra Gomes
Carlos Américo Cintra Gomes
1 mês atrás

Bom dia! Participo de há pouco do terço dos homens de Marechal Deodoro , mais especificamente do Francês e percebi que existe uma dificuldade monetária entre os membros. Na minha opinião, se é que se pode fazer , poderíamos arranjar meios de angariar recursos não só para ajuda do grupo mais também e principalmente a comunidade carente . Não sei se além da fé e da oração o terço dos homens pode se propor a isso , mais gostaria muito de poder ajudar mais pessoas.