Vinde Espírito Santo!

SOLENIDADE DE PENTECOSTES  Dez dias após a Ascensão, Jesus enviou o Espírito Santo aos Apóstolos, conforme havia prometido. Assegurou, deste modo, a sua presença perene “junto” a nós e “dentro” de nós. O divino Paráclito foi comunicado à Igreja no dia de Pentecostes e será, até o fim dos tempos, infundido em cada cristão por meio dos Sacramentos. A sua presença, porém, será mais fecunda e perceptível na medida em que formos mais assíduos na oração, na penitência e nas … Leia mais

‘Os seus olhos não mais podiam vê-lo’ (At 1,9)

SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR A Ascensão do Senhor inaugura um novo tipo de relacionamento entre Jesus e os discípulos. Até então, eles viam, tocavam e falavam com o Senhor, olhando-o nos olhos. A partir da Ascensão, a Igreja será privada da presença visível de Cristo. Porém, isso não quer dizer que Ele se encontre ausente. Cristo continua presente e agindo, porém de um modo invisível aos olhos corporais. Afinal, o Senhor mesmo havia prometido: “Eis que estarei convosco todos … Leia mais

‘Não se perturbe nem se intimide o vosso coração!’

6º DOMINGO DA PÁSCOA Neste domingo, Nosso Senhor fala com clareza sobre o Espírito Santo, o “Defensor” (Jo 21,26), que o Pai enviaria aos discípulos depois da Ascensão, e revela-nos coisas importantes sobre sua ação na Igreja.  É por meio da presença do divino Paráclito que Jesus e o Pai habitam as almas daqueles que creem e vivem conforme os seus ensinamentos. O Espírito Santo é o Amor pessoal de Deus que, uma vez derramado nos corações, estabelece a verdadeira … Leia mais

‘Conhecerão que sois meus discípulos se vos amardes’

5º DOMINGO DA PÁSCOA Depois de comer do prato do Mestre, Judas levantou-se e saiu da Última Ceia para trair Jesus, conforme o previsto: “O amigo em quem eu confiava, que comia pão comigo, levantou o calcanhar contra mim” (Sl 40,10). Pouco depois, o Senhor declarou qual é o traço característico dos seus verdadeiros seguidores: “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros” (Jo 13,35). Que contraste! De um lado, a traição; do outro, o … Leia mais

‘Minhas ovelhas escutam a minha voz’

4º DOMINGO DA PÁSCOA A imagem do pastor de ovelhas é bastante presente nas Escrituras. Abel, Davi e Moisés apascentavam rebanhos. No imaginário bíblico, um rei ou líder religioso deveria conduzir e proteger o seu povo como um pastor às suas ovelhas. O próprio Deus é comparado a um Pastor que guia as almas dos fiéis: “O Senhor é o pastor que me conduz, não me falta coisa alguma” (Sl 22,1).  Vendo a maldade e a omissão dos líderes que … Leia mais

‘Senhor, Tu sabes que eu te amo’

3º DOMINGO DA PÁSCOA Neste domingo, Pedro tem a oportunidade de se “redimir” diante do Senhor e dos demais discípulos. Ele caíra feio, negando o Mestre por três vezes. Agora, também por três vezes, Jesus confirmará o amor daquele que Ele mesmo estabelecera como a pedra sobre a qual construiria a Igreja.  Diante de todos, o Ressuscitado lhe pergunta: “Simão, tu me amas mais do que estes?” (Jo 21,15)… O Senhor havia ensinado: “A quem muito foi dado, muito será … Leia mais

‘Por Suas feridas fomos curados’ (1Pd 2, 24)

DOMINGO NA OITAVA DA PÁSCOA A Ressurreição do Senhor é uma festa tão grande que a Igreja a comemora durante uma semana, a chamada Oitava da Páscoa. Esses dias constituem uma só solenidade; as Missas têm o hino “Glória” e se pode cantar a Sequência Pascal. O Domingo da Ressurreição se estende por toda a semana para, depois, irradiar-se pelos demais Domingos do ano, nos quais comemoramos a Ressurreição.  O Domingo na Oitava é também chamado Domingo da Misericórdia, pois … Leia mais

O Coração da Fé Cristã

SEMANA SANTA – ANO C O Tríduo Pascal, entre a Quinta-feira Santa e a Vigília, não é uma simples “recordação” dos acontecimentos da Salvação… Participando das celebrações, tocamos o coração da fé cristã! Como que transportados à Jerusalém do primeiro século, seguimos os passos de Jesus, da Virgem Maria e dos apóstolos. Não há comunhão com Deus nem salvação senão por meio da Santa Cruz. Por isso, a Igreja canta nestes dias: “Ó Cruz, esperança única!”. Para que a Paixão, … Leia mais

Cristo, ao sofrer, consola-nos

DOMINGO DE RAMOS E DA PAIXÃO DO SENHOR 10 DE ABRIL DE 2022 Com o Domingo de Ramos, inicia-se a Semana mais importante do ano. O ramo que receberemos na procissão deve ser colocado em um lugar visível de nossas casas. Além de abençoar o lar, ele nos recordará de que continuamos, ao longo de todo o ano, unidos ao mistério da Paixão e Morte de Cristo. Entraremos com Jesus em Jerusalém para passar a Semana Santa ao seu lado, … Leia mais

‘Não relembreis coisas passadas’

5º DOMINGO DA QUARESMA 3 DE ABRIL DE 2022 Recordar-nos de onde viemos, dos antepassados, dos favores de Deus e inclusive de nossos pecados é necessário para que sejamos humildes e gratos. Quando há crise e dúvidas, olhar para trás é a atitude que nos permite recordar a origem divina da nossa fé e vocação, até que a tormenta passe. Por isso, Jesus aconselha: “Abandonaste o primeiro amor! Recorda-te de onde caíste, converte-te e age como no início” (Ap 2,4-5). … Leia mais