Sessão de abertura da Assembleia Eclesial é realizada na Cidade do México

Encontro inédito na história da Igreja no continente foi pedido pelo Papa Francisco e acontecerá até o dia 28, organizado pelo Celam, tendo como tema ‘Somos todos discípulos missionários em saída’

Sessão de abertura da Assembleia Eclesial é realizada na Cidade do México, Jornal O São Paulo
Sessão de abertura da Assembleia Eclesial (foto:comunicação Assembleia Eclesial)

Na manhã da segunda-feira, 22, aconteceu a sessão inaugural da 1a Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe, com a participação presencial de cerca de cem pessoas na Cidade do México e de outros mil delegados de modo on-line.

Até o próximo domingo, 28, os participantes refletirão sobre a Igreja no continente à luz das deliberações da V Conferência de Aparecida, realizada em 2007, avaliando os frutos já obtidos e as questões que precisam ser retomadas e aprimoradas. A realização da Assembleia Eclesial foi um pedido do Papa Francisco ao Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). A atividade tem como tema “Somos todos discípulos missionários em saída”.

Ao longo da sessão inaugural foram retomados trechos do discurso do Papa Bento XVI na abertura da V Conferência de Aparecida, a mensagem do Papa Francisco, em janeiro deste ano, quando do lançamento desta 1a Assembleia, bem como a carta que o Pontífice enviou aos participantes no domingo, 21, dia em que a atividade foi aberta com uma missa no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe.

CLIQUE E ASSISTA A ÍNTEGRA DA PRIMEIRA SESSÃO

Expressão de toda a Igreja no continente

Ao saudar os participantes do evento, Dom Miguel Cabrejos, Arcebispo de Trujillo, no Peru, e Presidente do Celam, destacou que a realização da Assembleia reafirma o compromisso da Igreja no continente de viver os propósitos do Concílio Vaticano II, do Documento de Aparecida e do magistério do Papa Francisco, sendo uma Igreja discípula e missionária em sua ação pastoral.

Recordou, ainda, que durante a fase de escuta cerca de 70 mil pessoas de todas as dioceses do continente enviaram contribuições que expressam a diversidade da Igreja latino-americana e caribenha e que serão consideradas nesta Assembleia. Também fundamental será a abertura à escuta do Espírito Santo, para discernir sobre a realidade atual e responder de modo genuíno “ao mandato evangelizador de Jesus e descobrir novos caminhos de evangelização”, a fim de que o Reino de Deus se faça presente em todos os lugares, especialmente nas periferias geográficas e existenciais.

Em participação on-line, o Cardeal Marc Ouellet, Presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina, desejou que o Espírito do Senhor ajude a reativar o espírito missionário da Igreja no continente, que – conforme lembrou – não interrompeu seu dinamismo pastoral durante a atual pandemia.

O Cardeal Ouellet comentou ainda que a 1a Assembleia Eclesial ocorre no momento em que a Igreja realiza o Sínodo universal, também em atitude de escuta às realidades locais, algo que não deve estar dissociado da adoração ao Senhor e da oração. “Quando oramos e adoramos, escutamos nosso irmão com a abertura sincera de coração”, disse.

Do total de participantes, 64% são homens e 36% mulheres, sendo o mais jovem um leigo de 17 anos e a mais idosa uma religiosa de 87 anos.  Todos receberam as boas-vindas de Dom Rogelio Cabrera López, Presidente da Conferência Episcopal Mexicana, que os chamou de “mensageiros da esperança”.

Centralidade de Jesus e sua Palavra

Os trabalhos da primeira manhã de atividades foram concluídos com uma conferência do Padre Fidel Oñoro, CJM, com o tema “A centralidade de Jesus Cristo e sua Palavra em nossa ação pastoral”.

O sacerdote enfatizou que todas as ações da Igreja devem obedecer à vontade divina, expressa no plano de salvação de Deus, que consiste “em que compartilhemos a vida e felicidade de Deus. O Senhor nos chama a estar com Ele, trabalhar com Ele”, o que implica saber traduzir o projeto divino em ações concretas.

Padre Fidel Oñoro lembrou que Deus caminha ao lado dos fiéis para a concretização de seu plano de salvação, a todos conduz ao longo dos caminhos da ação pastoral e que a plenitude se realiza em Jesus –  “Ele é a Palavra, é o Evangelho” – e que a seus discípulos

compete a ler as cruzes, as dificuldades do percurso, não com uma perspectiva negativa, mas sempre como possibilidade de uma experiência transformadora:  “Atrás de cada cruz se anuncia a possibilidade de Ressurreição”.

O Sacerdote lembrou, ainda, que ao longo da Assembleia Eclesial todos são chamados a fazer a experiência da escuta, não apenas dos irmãos, mas também da Palavra de Deus, a fim de que possa enxergar a realidade com mais profundidade, iluminada pelas Sagradas Escrituras.

Para acompanhar a 1a Assembleia Eclesial

A 1a Assembleia Eclesial da América Latina do Caribe acontecerá até o dia 28, com sessões reservadas e algumas abertas, transmitidas pelo site oficial, assim como as missas e a recitação diária do Santo Terço ao fim do dia: https://asambleaeclesial.lat.

Como 1o Vice-presidente do Celam e representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) neste Conselho, o Cardeal Scherer, Arcebispo de São Paulo, participa presencialmente das atividades no México.

Deixe um comentário