A missão dos secretários paroquiais é tema de curso on-line

Padre Cícero Alves de França (reprodução da internet)

A Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), e a Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo iniciaram, no dia 1º, um curso de extensão sobre secretariado paroquial.

Realizada na modalidade on-line, o curso conta com a participação de mais de 1,6 mil inscritos de todo o Brasil, interessados no aprofundamento pastoral e canônico sobre as atribuições próprias dos secretários paroquiais, abordando as contribuições da psicologia pastoral para o atendimento na secretaria e as responsabilidades desses profissionais na gestão paroquial.

Colaboração importante

Ao abrir o curso, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo e Grão-Chanceler das instituições organizadoras, ressaltou que o número de  inscritos demonstra a importância do tema e o interesse na formação técnica e pastoral dos atendentes paroquiais.

Dom Odilo agradeceu a todos os secretários e secretárias pelo serviço profissional e pastoral prestado. “É uma colaboração importante, um serviço à Igreja, ao povo de Deus”, enfatizou.

O Arcebispo reforçou que o curso não pretende interferir nas orientações específicas dadas em cada diocese ou instituto eclesiástico, mas abordar aspectos gerais que dizem respeito a essa missão.

“Vocês são a vitrine da Igreja. O primeiro contato que, em geral, as pessoas têm com a instituição eclesiástica é com aqueles que estão nas secretarias paroquiais, nas cúrias, recebendo as pessoas, dando informações, atendendo naquilo que lhes compete”, enfatizou o Cardeal, lembrando que a primeira impressão dessa acolhida marca profundamente a relação das pessoas com a Igreja.

Serviço pastoral

O Arcebispo salientou que, além dos aspectos humanos relacionados ao bom atendimento ao público, há uma dimensão teológica e pastoral, uma vez que esse serviço lida diretamente com questões referentes à vida de fé das pessoas, como a busca os sacramentos, de orientação espiritual e catequética, em síntese, o acesso às questões essenciais da vida eclesial.  Nesse sentido, Dom Odilo reforçou a importância de esses agentes terem uma boa compreensão do que é  a Igreja e do serviço que  ela presta.

“Por isso, o trabalho de vocês [secretários] deve ser animado por uma profunda fé e um profundo amor à Igreja, que se expressam pelo amor às pessoas, que se traduz, naturalmente, nas várias atitudes necessárias nesses primeiro contato com o público”, recomendou o Cardeal.

Para bem realizar trabalho e de secretariado paroquial, Dom Odilo destacou a necessidade de um preparo técnico, com noções da legislação canônica e diretrizes pastorais referentes à, por exemplo, os sacramentos do Matrimônio e do Batismo, para a Catequese, assim como questões de ordem administrativa e organizacional.

Outro aspecto ressaltado pelo Arcebispo é a necessidade de se ter uma noção clara das competências dos secretários paroquiais. “Portanto, é preciso ser secretários eficientes, mas não ir além daquilo que lhes compete”, disse, sublinhando que existem tarefas que são de competência exclusiva dos sacerdotes ou ministros por eles delegados, que, portanto, não podem ser realizadas pelos secretários.

Cardeal Odilo Scherer (reprodução da internet)

Atendimento e acolhida

A primeira aula foi ministrada pelo Padre Cícero Alves de França, mestre em Teologia da Espiritualidade pela Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, que tratou das contribuições da psicologia pastoral para o atendimento na secretaria paroquial.

Padre Cícero apresentou uma introdução básica sobre noções de Psicologia Pastoral, sua aplicação no atendimento paroquial, com destaque para a acolhida e o diálogo.

O Sacerdote explicou que esse ramo da psicologia, que estuda os processos psicológicos inerentes às situações pastorais, não pode ser confundido com a psicoterapia, pois “a Psicologia Pastoral tem como elemento último a sua vocação cristã”, conta-se para a pessoa em referência a Deus.

Lidar com pessoas

A partir dos fundamentos dessa área do saber, o Professor enfatizou que a secretaria paroquial não é apenas uma “escritório para resolução de situações burocráticas” e, portanto, os secretários lidam com pessoas que, naturalmente, são indivíduos complexos, dotados de sentimentos e emoções. Por isso, é necessário o devido preparo para realizar esse atendimento.

Nesse sentido, Padre Cícero apresentou alguns elementos essenciais para um bom atendimento paroquial, como a empatia, escuta ativa, que faça com que as pessoas se sintam compreendidas.  Por isso, um aspecto fundamental é a capacidade de escutar.

Por meio dessa escuta atenta, é  possível identificar não apenas as informações que estão sendo verbalizadas, mas a mensagem que, muitas vezes, está implícita nas posturas e reações. Segundo o Professor, a atenção a essas mensagens é fundamental para que a pessoa seja devidamente acolhida e ajudada.

O Sacerdote também deu dicas para que haja uma comunicação empática da parte do atendente paroquial, como a tríade “pausa, foco, e intenção”. O professor indicou, ainda, a necessidade da preparação interior do secretário, assim como a preparação do ambiente externo para acolher bem as pessoas seguido da escuta e devida atenção. 

Próximas aulas

Nas próximas semanas, o Padre Donizete José Xavier, doutor em Teologia Fundamental, abordará a função pastoral do secretário paroquial. O Padre Everton Fernandes Moraes, doutor em Direito Canônico, falará dos aspectos  canônicos do secretariado paroquial.

O curso será concluído com uma aula sobre secretariado e gestão paroquial, ministrada por Dom Edson José Oriolo dos Santos, Bispo de Leopoldina (MG), mestre em Filosofia e autor de diversas publicações sobre Administração e Gestão Paroquial.

Embora as inscrições para o acompanhamento do curso em tempo real estejam encerradas,  a Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo disponibiliza os conteúdos dos cursos de extensão para serem adquiridos após a sua conclusão.

Para outras informações, acesse: www.facdcsp.com.br.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter