Em missa, Cardeal Scherer exorta religiosos a serem testemunhas de Deus

No dia em que comemorou 20 anos de episcopado, Arcebispo Metropolitano presidiu missa na liturgia da Festa da Apresentação do Senhor no Templo e Dia Mundial da Vida Consagrada

Em missa, Cardeal Scherer exorta religiosos a serem testemunhas de Deus
Foto: Miguel Lisboa

Na missa das 12h da quarta-feira, 2, na Catedral Metropolitana de São Paulo, os fiéis tiveram ao menos três motivos para render graças a Deus: nesta data, se celebra na liturgia a Festa da Apresentação do Senhor no Templo, é recordado o Dia Mundial da Vida Consagrada e desta vez, de modo especial, se festejou os 20 anos da ordenação episcopal do Cardeal Odilo Pedro Scherer, que presidiu a celebração.

APRESENTAÇÃO DO SENHOR

Dom Odilo destacou, na homilia, que a Apresentação de Jesus no templo é uma festa que “ainda tem sabor de Natal”, pois se trata de um momento da infância de Jesus.

“Maria e José O levam ao templo para ser apresentado ao sacerdote, como faziam os pais quando nascem o primeiro filho homem. Os primogênitos são consagrados a Deus e, assim, deviam ser no meio do povo, de maneira toda especial, testemunhas de Deus”, explicou.

O Cardeal comentou que Jesus era um primogênito muito especial e que quando foi apresentado ao sacerdote Simeão, ele reconheceu no menino aquele que Deus tinha prometido por meio dos profetas: “Profetiza que este menino será grande, reconhecido por todos, porque é ungido de Deus. Será luz para todos, fará brilhar a luz de Deus para todos os povos e será alegria para o seu povo de Israel e para todos os que Nele crer”.

LEIA TAMBÉM

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’

CONSAGRADOS

O Arcebispo Metropolitano lembrou-se, ainda, da profetisa Ana, uma viúva idosa que ficava no templo em jejum e em atitude de oração, rezando pelo seu povo e dedicando-se à glória de Deus: “Ana é imagem dos consagrados e consagradas, que doou a sua vida inteiramente a Deus, para serem sinais e testemunhas de Deus no mundo”, que, conforme recordou o Cardeal, é o sentido básico da vida consagrada.

“Que Deus abençoe a todos. Continuem firmes e que o Evangelho seja testemunhado e anunciado sempre maneira mais eficaz por meio de muitas formas”, desejou.

20 ANOS DE EPISCOPADO

Ao fim da celebração eucarística, Padre Eduardo Baronto, Cura da Catedral da Sé, agradeceu o ministério episcopal de Dom Odilo Scherer e afirmou seu apoio por meio orações.

A missa em ação de graças pelos 20 anos da ordenação sacerdotal de Dom Odilo ocorreu no último domingo, 30 de janeiro, também na Catedral da Sé.

Deixe um comentário