Em 1981, O SÃO PAULO noticiou o atentado a São João Paulo II

O Pontífice foi atingido por três tiros em plena Praça de São Pedro, diante de milhares de fiéis

Edição 1.312 do O SÃO PAULO

Na quinta-feira, 13, dia em que a Igreja celebra Nossa Senhora de Fátima, O SÃO PAULO recorda mais uma edição histórica do semanário da Arquidiocese de São Paulo.

A edição 1.312, publicada em 15 de maio de 1981, trouxe como manchete o atentado sofrido por São João Paulo II. O Pontífice foi atingido por três tiros em plena Praça de São Pedro, às 17h do dia 13 de maio, diante de milhares de fiéis.

“Nunca se provou tanto que a violência é uma loucura”, declarou o Cardeal Paulo Evaristo Arns, na ocasião Arcebispo Metropolitano de São Paulo, que completou “E essa loucura abalou o mundo todo. Porque esse atentado veio atingir aquele que significa a própria paz”.

IGREJA DE SÃO PAULO

Como a própria edição do O SÃO PAULO relata, Dom Paulo estava no Instituto Paulo VI, em Taboão da Serra, com os bispos auxiliares quando recebeu a notícia do atentado que o Papa havia sofrido. Em primeiro lugar, decidiu adiar a viagem para os Estados Unidos (deveria embarcar no próprio dia 13 às 19h). Em seguida, em coletiva de imprensa, declarou:

“A Igreja de São Paulo se solidariza em todo mundo cristão e também os homens de paz, pedindo a Deus pelo restabelecimento da saúde do Santo Padre e a graça de cessar a violência na face da terra”

Naquele mesmo dia 13 de maio de 1981, às 19h, realizou-se uma missa pela saúde do Papa João Paulo II, presidida pelo Cardeal Arns, na Catedral da Sé.

LEIA TAMBÉM

Há 40 anos, São João Paulo II sofreu um atentado e mostrou ao mundo a força do perdão

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter