Refugiada ucraniana canta na Catedral da Sé

Refugiada ucraniana canta na Catedral da Sé
Luciney Martins /O SÃO PAULO

Durante a missa do Domingo de Ramos, o coro musical da Catedral da Sé contou com a participação da solista ucraniana Natália Narbut (na foto 1a à dir.), integrante do coro da Catedral de Kiev, que veio ao Brasil como refugiada da guerra. A cantora também participará das celebrações do Tríduo Pascal na Sé.

Após a comunhão, ela entoou um canto da tradição litúrgica ucraniana e, em seguida, recebeu de Dom Odilo, como gesto de acolhida, um pequeno círio pascal, como sinal de esperança da ressurreição e da paz para o seu povo.

Na homilia, o Cardeal Scherer renovou a prece da Igreja pela paz no mundo, em especial pela Ucrânia, que ainda sofre com a guerra. “O Filho de Deus não veio ao mundo para combater os homens, para fazer guerra à humanidade; veio para manifestar o amor de Deus, a misericórdia, o perdão, a Boa-Nova da vida plena para todos”, afirmou, recordando a atitude de Jesus narrada no Evangelho, quando Ele repreende o apóstolo que feriu um dos oficiais que vieram prendê-lo.

Deixe um comentário