Filmes pela vida: Bebê de Outubro

Obra é inspirada na história de Gianna Jessen, sobrevivente de um aborto em 1977 e hoje uma das mais conhecidas ativistas pró-vida dos Estados Unidos

Filmes pela vida: Bebê de Outubro

Aproveitamos o embalo da semana passada para recomendar mais um filme ligado ao tema do aborto. Bebê de Outubro é um filme de 2012 dirigido pelos norte-americanos Andrew e Jon Erwin, diretores e produtores de filmes cristãos, também conhecidos por irmãos Erwin.

O filme se inspirou na história de Gianna Jessen, sobrevivente de um aborto em 1977 e hoje uma das mais conhecidas ativistas pró-vida dos Estados Unidos.

A história gira em torno da jovem Hanna. Após parar no hospital por causa de um desmaio, ela descobre, em conversa com seus pais, ter sido adotada após sobreviver a um aborto frustrado. Revoltada com a descoberta, decide partir em busca de sua mãe biológica, na companhia de um amigo de infância.

Vale a pena assistir esse filme. Ele pode ser particularmente útil para formar alguns jovens e muito inspirador para pessoas que viveram coisas semelhantes. São, de fato, muitos os testemunhos de pessoas que identificaram na história de Hanna aspectos essenciais da própria vida.

Não é um filme muito rico do ponto de vista artístico. Os diálogos são simples e exigem pouca reflexão ou sutileza para serem compreendidos. As reações dos personagens são um tanto imediatas e alguns deles – principalmente os personagens secundários – são bastante estereotipados.

Apesar disso, o filme não merece a crítica que muitas vezes é dirigida aos filmes norte-americanos, em particular a alguns filmes cristãos – e, em certos casos, com boa dose de justiça –, de terem roteiros e diálogos pobres e serem carregados de estereótipos toscos e de apologias superficiais. A filmagem está bem feita, os atores cumprem bem seus papéis – alguns, em nossa opinião, de modo excelente – e os dramas retratados, bem como as respostas oferecidas, são reais.

Cremos que a maioria das pessoas se sentirá bastante tocada ao assistir. Embora se trate do aborto, o enfoque é colocado sobre o valor da vida e a importância do perdão. Por isso, é um filme leve e que deixa mensagens excelentes.

Reforçamos esta opinião: Bebê de Outubro pode fazer muito bem a muitos adolescentes e jovens, principalmente às meninas. Nos parece muito útil como ferramenta para reflexão.

O filme dublado pode ser visto de graça abaixo, no YouTube (não assistimos o filme dublado, então não sabemos qual a qualidade dessa dublagem).

E atenção: quando o filme terminar, assistam também o início dos créditos, pois revelam uma interessante “coincidência” que se deu durante as gravações.

Colunas Relacionadas

Filmes pela vida: Bebê de Outubro

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Colunas

Assine nossa Newsletter