O tempo da morte e o tempo dos vivos

A morte é um grande espelho da vida. Diante dela, intuímos a grandeza e a miséria de nosso ser, a força e a futilidade de nossas pretensões éticas. Mas, do mesmo modo, a vida é um grande espelho da morte. Olhando para nossa vida, intuímos – de forma acertada ou não – o que será nossa própria morte. A partir da morte, compreendemos melhor o sentido da vida; mas é a partir da experiência da vida que nos lançamos no ... Leia mais

Uma reflexão de Finados do Papa Francisco

Homilia proferida pelo Papa Francisco na Missa de Finados, no Cemitério Prima Porta (Roma), em 2016. Jó estava na escuridão. Estava exatamente na porta da morte. E naquele momento de angústia, de dor e de sofrimento, Jó proclama a esperança. “Eu sei: o meu Redentor está vivo e aparecerá, finalmente, sobre o pó da terra... Eu mesmo o contemplarei, os meus olhos vê-lo-ão, e não os olhos de outro...” (Jó 19, 25-27). A comemoração dos finados tem este significado duplo. ... Leia mais

Apressemo-nos para amar

Apressemo-nos para amar, as pessoas se vão tão cedo,delas restam apenas um par de sapatos e um telefone mudo.Só o fútil se arrasta pesadamente,o essencial é tão rápido que acontece de improvisoe logo um silêncio normal e, portanto, insuportável,como a castidade nascida simplesmente do desesperoquando pensamos em alguém depois de tê-lo perdido.Não tenhas certeza de que tens tempo, a segurança é insegura,tira nossa sensibilidade como qualquer fortuna,chega simultaneamente como o pathos e o humor,como duas paixões uma mais débil que ... Leia mais

O realismo humano e o sentido cristão da morte*

Nossas sociedades secularizadas tentam evitar a morte, de um modo (só aparentemente) contraditório, tentando fugir dela (como na obstinação terapêutica, que, visando salvar um paciente terminal, submete-o a grandes sofrimentos) ou mesmo procurando-a (como na eutanásia). Nesse contexto, como podemos contribuir para recuperar o “sentido cristão da morte”? Como redescobrir o sentido positivo da morte (e do sacrifício) e assim restituir "as razões da nossa esperança", a alegria que deve determinar a atmosfera geral com que tratamos este tema? O ... Leia mais

A morte na percepção do velho Simeão*

Deixai agora vosso servo ir em paz,Conforme prometeste, ó Senhor;Pois os meus olhos já viram vossa salvação,Que preparastes perante a face de todos os povos.Luz para iluminar as nações,E para a glória de vosso povo, Israel. (Cântico de Simeão, Lc 2, 29-32) A tradição católica oferece diariamente ao cristão um momento para que compreenda e se prepare para a morte. Trata-se da Oração das Completas, com a qual encerra seu dia, na qual ouvimos o Cântico de Simeão – aquele ... Leia mais

Sete minutos depois da meia-noite

Há muitas formas de falar ou não falar sobre a morte. Mas, sem dúvida, uma das formas mais difíceis e mais duras é quando uma criança de 12 anos tem de cuidar da sua mãe com um câncer terminal, porque seu pai divorciou-se e é muito ausente, até porque mora num outro continente. Para enfrentar os seus medos, as suas angústias e o profundo dilaceramento interior que sente entre o desejo de que sua mãe se cure e a quase ... Leia mais

Quando ciência e cristianismo se encontram na busca da sabedoria

É notório que o Cristianismo buscou desde logo o diálogo com a Filosofia, reconhecendo a validade e até a necessidade da busca humana pela verdade e pelo conhecimento sobre o real (cf. Fides et ratio, FR 1-6). Contudo, o diálogo entre o catolicismo e a ciência muitas vezes é pouco conhecido até mesmo entre os católicos. Somos, até hoje, vítimas de um preconceito iluminista, que vê na Idade Média uma “idade das trevas” e nega a razoabilidade da própria fé, ... Leia mais

A Igreja e a árvore das ciências

“Precisaria a Igreja da ciência? Certamente que não, a cruz e o Evangelho bastam-lhe. Mas ao cristão nada de humano é alheio. Como poderia a Igreja desinteressar-se da mais nobre das ocupações estritamente humanas: a busca da verdade?” (Mons. Georges Lemaître (1894-1966), astrofísico, precursor da teoria do “Big Bang” e um dos presidentes da Academia Pontifícia das Ciências citado por SÃO JOÃO PAULO II, no Discurso à Academia por ocasião do primeiro centenário do nascimento de Albert Einstein). A relação ... Leia mais