Cardeal Scherer: a fé é uma resposta a Deus, que vem ao encontro da humanidade

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, participou da XVI Semana Teológica da Faculdade de Filosofia e Teologia Paulo VI, da Diocese de Mogi das Cruzes (SP), nesta segunda-feira, 27.

O evento, realizado virtualmente, contou com a presença de Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo de Mogi das Cruzes e presidente do Regional Sul 1 da CNBB, e do Padre Claudio Francisco de Oliveira, diretor da Faculdade.

Este ano, o tema abordado foi as virtudes teologais e Dom Odilo abriu a semana com uma conferência sobre a fé. Logo no início, ele ressaltou que essa virtude é entendida pelos cristãos como uma resposta a Deus que se manifesta e vem ao encontro da humanidade.

BASE SÓLIDA

“A fé não é uma espécie de convicção, ‘eu acho que, eu penso que’, o que é o modo popular de defini-la muitas vezes. A nossa fé, a partir da base bíblica, é uma adesão a Deus que é crível e crer não é simplesmente um ato intelectual”, afirmou o Cardeal.

Recordando a raiz grega da palavra fé, o Arcebispo destacou essa tem relação com uma base sólida, com firmeza e consistência. Nesse sentido, o ato de fé tem como base a autoridade, dignidade, honestidade e santidade de Deus.

“Nossa fé não é nos homens, vem por meio da pregação, é sempre uma resposta a palavra de Deus. Nele, somos convidados a ser testemunhas, mediadores, pedagogos na fé para ajudar os outros a se aproximarem de Deus e a fazer eles o seu ato de fé”, completou Dom Odilo.

CRER COM A IGREJA

O Cardeal enfatizou, ainda, que o cristão deve crer com a Igreja. “A fé é um dom acolhido no Batismo, é recebida da Igreja que nos transmite e com ela cremos”, disse, acrescentando que todo batizado também deve crer como a Igreja crê e não como uma convicção particular a partir de critérios próprios.

Sobre isso, o Arcebispo reforçou que quando alguém diz ter dúvidas ou dificuldades para crer, basta crer com e como a Igreja.

Outro aspecto da fé sublinhado por dom Odilo é a obediência. “Jesus Cristo, pelo Evangelho, quer conduzir todos os povos à obediência da fé”, afirmou.

“A Fé também é uma busca de compressão. Não é resultado, simplesmente, de um ato racional, mas não dispensa razão”, acrescentou o Cardeal, recordando que o ato de fé é digno da razão. “Nós cremos porque consideramos que é razoável crer… é um ato humano e também da razão”.

Por fim, o Arcebispo lembrou que a fé é um dom, uma graça recebida de Deus, mas que precisa ser cultivada. “Jesus nos ensinou que devemos pedir a fé… Temos que pedir a Deus que aumente a nossa fé e nos mantenha firmes nela”, frisou, alertando que a fé não pode ser abandonada por qualquer motivo de descontentamento e, por isso, é preciso ir além do modo individualista de crer e de entender a fé.

Assista ao vídeo da íntegra da conferência de Dom Odilo aqui.

(Colaborou: Flavio Rogério Lopes)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter