Paróquia São Luís Gonzaga realiza festa patronal

O Santo é o padroeiro dos jovens, estudantes e seminaristas

Taíse Cortês

Entre os dias 18 e 21, a Paróquia São Luís Gonzaga, Setor Pereira Barreto, celebrou a festa do padroeiro, com a realização de um tríduo preparatório e atividades sociais, como uma carreata solidária.

A missa do primeiro dia do tríduo foi presidida pelo Padre Reinaldo Torres, Pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças.

No segundo dia, Dom Carlos Silva, OFMCap, na missa presidida conferiu o sacramento da Crisma a um grupo de adultos e jovens, sendo que alguns deles também receberam a primeira Eucaristia. Concelebraram o Padre Roberto Moura, Pároco, com a participação dos Diáconos Aparecido Francisco Cavanha, Juscelino Minotti e Francisco Nunes Pereira.

O Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Brasilândia pediu aos crismandos que quando passarem perto daqueles que creem e não creem, que possam fazê-los sentir, por meio de seu testemunho da vida, este perfume de Deus, do seu Espírito na vida de cada um.

Relembrou ainda uma fala do Papa Francisco que afirma que o Espírito Santo é o paráclito, ou seja, aquele que os acompanhará durante toda a sua vida, que ajuda em suas decisões. Finalizou estimulando a todos: “Levem o perfume e levem o paráclito que os acompanha sempre em suas vidas!”

No domingo, 20, aconteceu uma carreata solidária pelas ruas do bairro. Ao longo do percurso, diversos moradores fizeram sua oferta de alimentos não perecíveis. Alguns prepararam pequenos altares em frente às suas casas, outros saudaram a carreata com panos brancos e outros se colocaram em oração silenciosa diante da imagem de São Luís Gonzaga (foto). Durante o dia foi promovido, ainda, três celebrações eucarísticas. Foi promovido, ainda, o Almoço do Padroeiro, servido no sistema drive-thru.

Na memória litúrgica do padroeiro, na segunda-feira, 21, também houve missa. São Luís Gonzaga é o padroeiro dos jovens, estudantes e seminaristas. Ele teve sua breve vida marcada pelo trabalho incansável aos doentes da peste que assolou a Europa no século XVI. Por isso, foi considerado o santo padroeiro das vítimas da peste.

(Taíse Cortês – Colaboradora de Comunicação na Região)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter