Vigília Pascal: ‘É possível recomeçar sempre’

Papa Francisco presidiu a Vigília Pascal na Basílica de São Pedro neste sábado, 3

Reprodução da transmissão de Vatican Media

A surpresa das mulheres que encontraram o sepulcro de Jesus vazio pode ser repetida hoje e sempre. Esse pensamento é a chave da pregação do Papa Francisco na Vigília Pascal deste Sábado de Aleluia, 3. Uma mistura de “temor e alegria” define a surpresa daqueles que encontraram Jesus Ressuscitado. Cristo, porém, disse: “Não tenham medo”, recorda o Papa. Por isso, o primeiro anúncio da Páscoa, nas palavras do Pontífice, é o de que “é possível recomeçar sempre”.

“Porque há uma vida nova que Deus é capaz de fazer partir novamente em nós, além de todos os nossos fracassos”, refletiu Francisco. “Mesmo dos destroços do nosso coração, Deus pode construir uma obra de arte, mesmo a partir dos fracassos destruidores da nossa humanidade Deus prepara uma história nova. Ele nos precede sempre,” acrescentou.

O Papa Francisco afirmou que “mesmo nestes meses obscuros de pandemia, sentimos que o Senhor Ressuscitado nos convida a recomeçar, a não perder jamais a esperança.” O convite da Páscoa é, portanto, um lembrete de que Cristo “nos chama, e nos chama de novo, para segui-lo, sem nunca se cansar”.

A celebração foi na Basílica de São Pedro, adaptada e com poucos fiéis, por causa da pandemia de COVID-19.

Percorrer caminhos novos

A fé não é feita apenas de recordações do passado, mas de novos caminhos a serem colocados em prática, completou Francisco. Enquanto as mulheres iam ao sepulcro fazer memória de Jesus após sua morte, marcadas pelas lembranças de sua vida, “como se fosse um personagem do passado”, Jesus surpreende e se apresenta renovado.

Este é o segundo anúncio destacado pelo Papa Francisco, a necessidade de “percorrer novos caminhos”. Disse ele: “A fé não é um repertório do passado, Jesus não é um personagem superado. Ele está vivo, aqui e agora. Caminha contigo a cada dia, na situação que você está vivendo, na provação que você está atravessando e nos sonhos que você leva dentro de si.”

Jesus ama sem limites

Jesus, disse ainda o Papa, “abre caminhos novos onde parece que já não existem mais, e te incentiva a ir contra a corrente”. O próprio Cristo foi contra a corrente ao peregrinar pela Galileia, saindo dos rituais e tradições de Jerusalém e indo na direção oposta, “rumo às fronteiras”, aos lugares distantes.

“E foi ali que Jesus iniciou sua missão, trazendo o anúncio a quem leva a vida cotidiana em frente com cansaço, aos excluídos, aos frágeis, aos pobres, para ser rosto e presença de Deus”, disse o Papa, em sua homilia.

Por isso, este é o terceiro anúncio destacado por Francisco: “Jesus, o Ressuscitado, nos ama sem limites e visita cada situação de nossa vida.” É preciso reconhecê-lo na “graça da cotidianidade” , no dia a dia, na vida de cada dia. Junto a Cristo, insiste o Papa Francisco, “as suas expectativas não ficarão incompletas, as suas lágrimas serão enxugadas, os seus medos serão vencidos pela esperança”. Ou seja, “com Ele a vida mudará”.

OUTRAS IMAGENS DA CELEBRAÇÃO

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter