Brasileiros voltam às urnas para o 2º turno da eleição presidencial

Lula (PT) e Bolsonaro (PL) disputam a Presidência da República. Em 12 estados haverá a escolha de governador, incluindo São Paulo, onde o pleito é entre Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Fernando Haddad (PT)

Brasileiros voltam às urnas para o 2º turno da eleição presidencial
Foto: TSE

Neste domingo, 30 de outubro, 156,4 milhões de brasileiros poderão decidir quem será o presidente do Brasil entre 2023 e 2026: Jair Messias Bolsonaro (PL) tenta a reeleição e Luiz Inácio Lula da Silva busca voltar ao Planalto, após ter governado o Brasil entre 2003 e 2010.

No 1o turno, realizado no dia 2 deste mês, Lula foi o escolhido por 57,2 milhões de eleitores (48,4% dos votos válidos) e Bolsonaro por 51,07 milhões de pessoas (43,2% dos votos válidos).

Além do presidente da República, os eleitores do Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Paraíba, São Paulo, Pernambuco, Bahia, Amazonas, Alagoas e Sergipe irão às urnas para escolher o governador.  

Em São Paulo, a disputa será entre Tarcísio de Freitas (Republicanos), que obteve 9,88 milhões de votos no 1o turno (42,32% dos votos válidos) e Fernando Haddad (PT), que foi o preferido por 8,33 milhões de eleitores no dia 2 (35,7% dos votos válidos).  

O QUE LEVAR  E O QUE NÃO LEVAR

- Para votar, o eleitor NÃO PRECISA estar com o titulo de eleitor, MAS É RECOMENDÁVEL levá-lo, pois nele estão informações sobre a zona e seção eleitoral.

- O eleitor DEVE apresentar um documento oficial original com foto: RG, Passaporte, CNH, certificado de Reservista ou a Carteira de Trabalho.

- O eleitor PODE ir votar trajando adesivos, camisetas e adereços dos candidatos.

- NÃO SERÁ PERMITIDO que o eleitor entre na cabine de votação portando telefone celular, câmera fotográfica ou qualquer outro aparelho eletrônico. Estes devem ser entregues aos mesários, junto com o documento de identificação.

- É PROIBIDO entrar na seção eleitoral portanto armas.

Brasileiros voltam às urnas para o 2º turno da eleição presidencial

COMO SABER O LOCAL DE VOTACÃO?

- App e-Título - o download precisa ter sido feito antes do dia das eleições

- Disque Eleitor (148) – diariamente, das 7h às 19h

- No site do TRE-SP (para os eleitores do estado de São Paulo)

*A ausência às urnas para as pessoas obrigadas a votar resulta em multa aplicada pela Justiça Eleitoral no valor de R$ 3,51.

CHECAGEM DE INFORMACÕES SOBRE AS ELEIÇÕES

Por esses canais é possível checar se uma informação recebida sobre as eleições e os candidatos é verdadeira ou falsa:

Página Fato ou Boato

Tira-Dúvidas Eleitoral do WhatsApp

Pelo contato (61) 99637-1078

Pelo App Pardal é possível enviar denúncias eleitorais referentes a propaganda irregular ou outras infrações. Os conteúdos são encaminhados ao Ministério Público Eleitoral.O download gratuito pode ser feito pelo celular no Play Store ou Apple Store.

REFLEXÕES E APROFUNDAMENTOS

Desde o início do ano, o jornal O SÃO PAULO tem publicado uma série de reportagens e entrevistas de aprofundamento para ajudar o eleitor, em especial o católico, na escolha de seus representantes.

REPORTAGENS

CNBB disponibiliza subsídio impresso e em podcast sobre as eleições 2022

E as pessoas com deficiência serão priorizadas pelos candidatos?

Uma agenda para cuidar de quem cuida: a família

O que Bolsonaro e Lula propõem para governar o Brasil?

ARTIGOS

As eleições e a conversão

As eleições não são uma guerra

Eleições e a prática da oração de intercessão

No que o católico deve pensar antes de eleger o futuro governador?

O caminho de amadurecimento político até as eleições de outubro

Política e eleições nas reflexões do Papa Francisco e da Doutrina Social da Igreja

Quando não existe candidato ideal

O mapa do Brasil dividido

ENTREVISTAS

Fábio Lacerda: ‘A religião sempre foi uma força mobilizada durante as eleições’

Compare as propostas dos 3 mais bem colocados nas pesquisas para o governo de SP

Deixe um comentário