Chilenos rezam ‘Rosário da Esperança’ pela redação de uma nova Constituição

Os bispos do Chile pediram que a nova Carta Magna respeite os direitos e valores fundamentais, incluindo o direito à vida

Chilenos rezam ‘Rosário da Esperança’ pela redação de uma nova Constituição
Reprodução da Internet

Desde o dia 23, os católicos do Chile rezam um Rosário todas as semanas para que o Espírito Santo guie o trabalho de redação de uma nova Constituição para o país.

“Um Rosário pelo Chile” é o grupo de leigos que promove esta cruzada nacional de oração do “Rosário da Esperança” desde dezembro de 2020, depois que o país aprovou o processo constitucional em um plebiscito por uma margem de 78% a favor e 22% contra.

Os participantes irão rezar um Rosário todas as quartas-feiras, às 19h15. Os organizadores estão pedindo a seus concidadãos que orem pelas 155 pessoas que foram eleitas em maio como membros da Convenção Constitucional. Esse órgão redigirá a Carta Magna em substituição à promulgada durante a ditadura militar de Augusto Pinochet, em 1980, e que ainda está em vigor.

DESDOBRAMENTOS

 Em outubro de 2019, a capital, Santiago, foi tomada por manifestações, que se espalharam violentamente por outras regiões do país, duraram cerca de seis meses, e exigiam o fim da desigualdade econômica e a revisão do custo da saúde.

A crise levou a uma onda de apoio a uma nova Constituição, uma vez que muitos acreditavam que a atual era a fonte dos muitos problemas da nação.

Os bispos do Chile pediram que a nova Carta Magna respeite os direitos e valores fundamentais, incluindo o direito à vida.

INTENÇÕES

Além de pedir ao Espírito Santo para “guiar o trabalho dos constituintes eleitos”, aqueles que aderem à iniciativa do Rosário rezam pela “santificação dos sacerdotes, pelas vocações sacerdotais e religiosas” e pelas “necessidades particulares de todos os que oram”, explicou um comunicado de imprensa do grupo “Um Rosário pelo Chile”.

Fonte: Catholic News Agency

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter