Missas em ambientes fechados são retomadas na Argentina

Participação presencial não poderá ser superior a 30% da capacidade dos templos. Medida busca evitar a disseminação do coronavírus

Foto: Celam

O governo da Argentina autorizou na sexta-feira, 18, a retomada de celebrações religiosas em locais fechados, desde que se respeite a ocupação máxima de 30% da capacidade dos ambientes.

O novo decreto detalha que, no desenvolvimento da atividade autorizada, deve ser garantido o cumprimento das Normas Gerais e Obrigatórias de Conduta previstas em decretos anteriores, que visam reduzir o risco de contágio da COVID-19.

Além do limite de 30% de ocupação, o protocolo para a retomada das missas estabelece o uso obrigatório de máscaras, a correta desinfecção e ventilação do espaço, antes e depois dos encontros, bem como a manutenção de uma distância mínima entre os participantes e a proibição de compartilhamento de elementos ou materiais.

Em entrevista coletiva, o Diretor Geral de Entidades e Cultos da prefeitura de Buenos Aires, capital do país, Federico Pugliese, destacou o compromisso e o respeito com que as comunidades de fé têm acompanhado cada passo que foi realizado durante a pandemia.

“Esta pandemia nos desafia constantemente a buscar caminhos alternativos, deixando claro que não podemos deixar de lado a fé das pessoas, tão fundamental nestes tempos em que vivemos ”, disse.

Pugliese também destacou o trabalho que as comunidades religiosas têm realizando junto ao governo de Buenos Aires, disponibilizando seus templos e espaços para a aplicação de vacinas, uso de aparelhos de teste, centros de doação de sangue, entre tantas outras ações, gerando uma rede de comunhão e assistência para enfrentar esta pandemia.

Fontes: Celam e Conferência Episcopal da Argentina

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter