Nesta semana, Justiça faz mutirão de atendimento à população de rua na Praça da Sé

Entre os dias 15 e 17 de março, das 10h às 15h, será realizado na Praça da Sé o “1º Mutirão de Atendimento à População em Situação de Rua da Cidade de São Paulo – Pop Rua Jud Sampa”, coordenado pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3).

Nesta semana, Justiça faz mutirão de atendimento à população de rua na Praça da Sé, Jornal O São Paulo

A ação contará com participação de instituições do poder público federal, estadual e municipal, bem como com organizações da sociedade civil, para oferecer diversos serviços a pessoas em situação de rua e moradores da região.

A força tarefa envolve três eixos fundamentais: atendimento assistencial e de saúde; expedição de documentos e cidadania; e atendimento jurídico e acesso à Justiça.

Na área da saúde e assistência social, serão oferecidos testagem rápida de HIV, sífilis e hepatite; vacinação contra Covid-19; aferição de pressão arterial; orientação para diabetes, tuberculose, álcool e drogas; saúde bucal; cortes de cabelo; maquiagem; serviços para animais de estimação, entre outros. 

Em cidadania, haverá emissão de documentos, cadastro e atualização em programas sociais; requerimentos de benefícios do INSS; oportunidades de emprego; orientações sobre os direitos humanos.

Haverá orientação jurídica para possíveis demandas judiciais, com participação de advogados (voluntários e públicos), estagiários, magistrados, peritos judiciais, promotores e procuradores da república e servidores públicos.

No local poderão ser esclarecidas dúvidas sobre benefícios previdenciários, auxílio-emergencial, FGTS, PIS/PASEP, seguro-desemprego, livramento condicional, defesa em processos criminais, direito de família, entre outros.

O “Pop Rua Jud Sampa” atende a Resolução CNJ nº 425/2021, que instituiu a Política Nacional Judicial de Atenção a Pessoas em Situação de Rua e suas interseccionalidades. 

Fonte:  Assessoria de Comunicação Social do TRF3

1 comentário em “Nesta semana, Justiça faz mutirão de atendimento à população de rua na Praça da Sé”

Deixe um comentário