Patriarcas cristãos se unem por Dia da Paz para o Oriente

Terra Santa (reprodução da internet)

No domingo, 27, será celebrado o Dia da Paz pelo Oriente Médio na Basílica da Anunciação, em Nazaré, com a participação de todos os patriarcas cristãos da Terra Santa.

A iniciativa nasceu no contexto do 130º aniversário de pubilcação encíclica Rerum Novarum, de São João XXIII, e foi lançada pelo Comitê Episcopal “Justiça e Paz” do Conselho dos Patriarcas Católicos do Oriente Médio.

Ícone da Sagrada Família

Além disso, por ocasião do Ano de São José, atualmente em curso e proclamado pelo Papa Francisco para celebrar o 150º aniversário da proclamação do Esposo de Maria como Patrono da Igreja Universal, também será realizada a consagração do Oriente Médio à Sagrada Família. O evento será incluído na Missa a ser celebrada na Basílica da Anunciação em Nazaré, em 27 de junho de 2021, às 10h, com a participação de todos os Ordinários da Terra Santa. Para a ocasião, um ícone da Sagrada Família será abençoado, especialmente pintado e incrustado com relíquias da própria Basílica da Anunciação.

O ícone representa a Sagrada Família de Nazaré, que repousa sobre o altar da Igreja de São José, em Nazaré, onde, segundo a tradição, se encontrava a casa do pai putativo de Jesus. Em seguida o ícone será levado em peregrinação partindo do Líbano para todos os países do Oriente Médio e por fim à Roma, no final do Ano de São José, em 8 de dezembro. De Roma, a imagem sagrada fará então sua viagem de retorno à Terra Santa, onde permanecerá definitivamente.

Patriarca Pizzaballa: onde nasceu e vive a fé cristã, apesar do sofrimento

Para o “Dia da Paz para o Oriente”, é esperada a bênção apostólica do Papa Francisco. “Todos estão convidados a participar com sua presença e, se não for possível, com sua comunhão conosco em oração – afirma Dom Pierbattista Pizzaballa, Patriarca Latino de Jerusalém – para implorar a Misericórdia de Deus e Sua Paz no Oriente Médio, onde a fé cristã nasceu e ainda está viva, apesar do sofrimento”.

No ato de Consagração do Oriente à Sagrada Família, Jesus, Maria e José são invocados para proteger a população “em meio às crises políticas e econômicas que atingiram o Oriente Médio” e “em meio às repercussões da pandemia da Covid-19, que criou uma situação de instabilidade, medo e ansiedade”. À Sagrada Família são confiadas, portanto, “vidas, terras, medos e esperanças, jovens e famílias, para que cada família se torne uma Igreja doméstica e uma escola de santidade”. A esperança é “obter o retorno da paz e estabilidade” para o Oriente Médio, para que “seus habitantes possam viver com direitos e deveres iguais e desfrutar de uma vida livre e digna, independentemente de sua filiação religiosa e identidade nacional”.

Fonte: Vatican News

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter